Menino pode brincar de boneca?

Publicado: 03/05/2018

A divisão das brincadeiras por gênero, colocando meninos de um lado e meninas de outro vem de normas sociais históricas de desigualdade entre homens e mulheres. O papel do homem e da mulher na sociedade vem mudando ao longo do tempo. 

As brincadeiras normalmente refletem normas sociais e por isso era muito difícil ver menino brincando de boneca antigamente.

Vamos lembrar que há alguns anos o lugar das mulheres era em casa cuidando da família enquanto o homem saía para trabalhar. O jeito das brincadeiras então refletia esse "padrão". Saltar, correr, montar quebra cabeças, brincar de carrinhos e ferramentas ocupava os meninos. Enquanto as meninas eram ocupadas de brincadeiras como casinha, comidinha, cirandas de roda, cantigas e pular amarelinha. Porém, hoje, os tempos são outros. Esta divisão de papéis parece não fazer mais sentido e não estão mais condicionados como antigamente.

Partindo da premissa que considera o brincar uma atividade livre, prazerosa, que permite exploração e descobertas, qualquer restrição por gênero ficou ultrapassada". afirma a psicoterapeuta Germana Savoy.

As crianças precisam ser livres para escolher as brincadeiras e a atividade deve ser extremamente prazerosa. Para as crianças a brincadeira é de extrema importância e uma ótima oportunidade para ser vivenciar situações diferentes.
A brincadeira do faz de conta é incrivelmente fascinante e permite a criança a literalmente viajar na sua criatividade.

Hoje já vimos muitos meninos brincando de boneca e meninas brincando de coisas que antes eram ditas como "para meninos". Esta diversidade é extremamente rica e deve ser facilitada pelos pais para evitar que as crianças fiquem congeladas em alguns papéis.

Por: Gabriella Brandão

Voltar